Brasileiros ficam em 8º e 9º no Mundial Universitário na França

Luiza, Arthur e Gabriel: Brasil no Mundial Universitário

Ao centro, Luiza, Arthur e Gabriel: Brasil no Mundial (Foto: CBDU/Divulgação)

Se remar exige disciplina, conciliar treino e estudo requer uma lição extra de determinação. A recompensa está na possibilidade de disputar competições específicas para os que conseguem aliar os dois interesses, como o Campeonato Mundial Universitário de Remo, que acontece a cada dois anos e cuja 13ª edição, no último fim de semana, teve três brasileiros na Final B em duas provas, em Gravelines, na França.

Atletas do Pinheiros, os paulistas Ana Luiza Pallassão, de 26 anos, Arthur Gola de Paula, de 22, e Gabriel Alves de Moraes, de 24, estudantes da USP, representaram o Brasil na competição que reuniu 350 atletas universitários de 34 países, em 13 provas (cinco femininas e oito masculinas). Ana Luiza ficou em nono lugar no Single Skiff Peso-Leve Feminino, e Arthur e Gabriel terminaram em oitavo no Double Skiff Masculino.

A dupla brasileira ficou em terceiro na bateria de estreia (6m55s98), superada por Estônia (6m39s16) e Holanda (6m40s72), que conquistaram as duas vagas diretas na Final A. Quarto lugar na repescagem (7m23s31), atrás de canadenses (7m04s65), noruegueses (7m05s30) e austríacos (7m06s51), os brasileiros terminaram em segundo na Final B (6m58s74), a menos de 1s dos austríacos (6m57s96), e à frente de sul-coreanos (7m04s83) e suecos (7m05s64).

Ana Luiza estreou em quarto lugar (8m16s45) no Single Skiff Peso-Leve Feminino, atrás dos barcos de Grã-Bretanha (7m56s75), Rússia (8m04s75) e Canadá (8m11s91). Ela repetiu a posição na repescagem (8m30s89), superada por remadores da República Tcheca (8m18s72), Nova Zelândia (8m23s77) e Canadá (8m27s94). Na Final B, ficou em terceiro (8m21s78), atrás de Itália (8m12s92) e Canadá (8m13s49), à frente da Irlanda (8m26s36).

O técnico da equipe brasileira no Mundial, o britânico Bill Barry, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de 1964, considerou a participação positiva. “Foi um Mundial com o nível muito alto. Cometemos erros, mas percebemos que estamos na direção certa, brigando de forma igualitária com grandes nomes da modalidade”, afirmou ao site da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU).

O trio do Pinheiros também representara o Brasil na Universíade em Kazan, na Rússia, em julho do ano passado. Competindo no Dois Sem, Arthur e Gabriel chegaram à Final A e terminaram em quinto no geral. Como na França, Ana Luiza também foi nono lugar no Single Skiff Peso-Leve Feminino.

Grã-Bretanha e Polônia dominaram o quadro de medalhas no Mundial Universitário, com quatro ouros e uma prata cada, com os britânicos ganhando três bronzes, dois a mais que os poloneses. Hungria e Alemanha ganharam dois ouros cada, com os húngaros conquistando também duas pratas, enquanto os alemães levaram  um bronze. Os anfitriões franceses venceram a prova restante.

Resultados do Mundial Universitário de Remo

 

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Internacional e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s