Brasil ganha medalha masculina inédita no Mundial

William e Xavier: bronze no Dois Sem Peso-Leve (Reprodução TV)

William Giaretton e Xavier Vela conquistaram esta sexta-feira, em Sarasota (EUA), a primeira medalha de um barco brasileiro masculino na história do Campeonato Mundial de Remo. O bronze da dupla na prova não-olímpica do Dois Sem Peso-Leve é o melhor resultado do país na competição desde o inédito ouro de Fabiana Beltrame no Single Skiff Peso-Leve Feminino, em 2011.

Campeão Mundial Sub-23 em julho, na Bulgária, Uncas Tales encerrou o jejum de sete anos sem um barco individual brasileiro em uma final A masculina, e ficou em sexto lugar no Single Skiff Peso-Leve, repetindo a posição de Aílson Eráclito em 2009. No para-remo, Diana Barcelos e Jairo Klug conquistaram o ouro no Double Skiff Misto, pela primeira vez disputado em 2.000 metros.

William, de 27 anos, e Xavier, de 28, foram os representantes masculinos do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, ano passado, quando ficaram em 14º no Double Skiff Peso-Leve. Nesta sexta-feira, eles passaram metade da prova em quarto lugar e chegaram a cruzar a marca dos 1.500 metros em segundo, mas foram superados pelos italianos Giuseppe di Mare e Alfonso Scalzone na última parcial. Os irlandeses Mark O’Donovan e Shane O’Driscoll venceram em 6m32s42, 1s78 à frente da guarnição italiana (6m34s20) e a 2s88 da brasileira (6m35s30).

Após uma classificação heroica na quinta-feira, quando arrancou de quinto para terceiro lugar na segunda metade da semifinal A/B, Uncas, que completa 21 anos em outubro, encerrou sua primeira participação em um Mundial Sênior repetindo a melhor colocação individual de um brasileiro na competição. Ele completou a final A em 7m05s85, quase 17s atrás do irlandês Paul O’Donovan, de 23 anos, vencedor em 6m48s87. O neozelandês Matthews Dunhan, também de 23 anos, ficou com a prata (6m52s16), e o norueguês Kristoffer Brun, de 29, levou o bronze (6m52s35).

Na final A do Double Skiff Misto paralímpico, Diana e Jairo assumiram a ponta na primeira metade do percurso de 2.000 metros e venceram em 7m28s95, novo melhor tempo da prova. A guarnição da França ganhou a prata (7m34s70) e a Alemanha ficou com o bronze (7m40s72). Único ainda a competir, Renê Pereira classificou-se em terceiro na semifinal do Single Skiff Masculino paralímpico, e disputa a final às 9h53 de domingo (horário de Brasília).

Nas outras provas com brasileiros, Lucas Verthein, de 19 anos, bronze no Mundial Júnior ano passado, fechou a raia na Final D do Single Skiff Masculino, despedindo-se em 24º lugar. O Four Skiff Peso-Leve, com Diego Nazario, Emanuel Borges, Evaldo Becker e Ailson Eráclito venceu a final C na quinta-feira e terminou em 13º na classificação geral.

Disputado desde 1962, o Campeonato Mundial de Remo é a principal competição organizada pela FISA. Em 1986, o Brasil chegou pela primeira vez a duas Finais A no Masculino (no Dois Sem e no Dois Com), as únicas do país em provas olímpicas até hoje. A primeira Final A na categoria Peso-Leve só viria 21 anos depois, com Ailson Eráclito no Single Skiff PL, em 2009, dois anos antes do primeiro pódio e até agora único título Mundial Sênior do Brasil, com Fabiana Beltrame no Single Skiff Peso-Leve Feminino.

Site oficial

Memória:
Veja todas as participações do Brasil no Mundial de Remo

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Internacional e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s