Brasil ganha três medalhas nos Sul-Americanos no Uruguai

Felipe e Marciel: campeões sul-americanos Sub-23 (Foto: Federação Uruguaia de Remo)

Felipe e Marciel: campeões sul-americanos Sub-23
(Foto: Federação Uruguaia de Remo)

O Brasil segue garimpando medalhas e talentos no lago La Botavara, no Uruguai. Neste sábado, no primeiro dia de finais do Campeonato Sul-Americano de Remo Júnior e Sub-23, ganhou ouro no Dois Sem Peso-Leve masculino, com Felipe Soares e Marciel Souza, do Botafogo; prata com o também alvinegro Guilherme Gomes no Single Skiff Peso-Leve,  ambos na categoria Sub-23; e bronze com Sophia Camara Py, do Flamengo, no Single Skiff Júnior feminino.

Campeões brasileiros da prova em 2.000 metros no ano passadoico-camera3, Felipe e Marciel completaram a distância de 1.000 metros da raia uruguaia em 3m25s82, à frente dos argentinos Juan Nadal e Eliel Giuse (3m26s77) e dos chilenos Luis Salas e Anibal García (3m27s61). No Single Skiff, na mesma categoria e peso, Guilherme Gomes (3m33s10) ficou atrás apenas do chileno Nibaldo Ortiz (3m30s53), superando o argentino Pablo Conte (3m34s43) na disputa pelo segundo lugar.

Coube a Sophia Camara Py, do Flamengo, a primeira medalha do Brasil na competição de juniores, o bronze conquistado no Single Skiff Júnior feminino, com o tempo de 4m20s04. Candidata a ocupar a vaga conquistada por Beatriz Cardoso nos Jogos Olímpicos da Juventude, em agosto, na China, ela foi superada pela chilena Josefa Betancurt (4m04s64) e a paraguaia Alejandra Alderete (4m10s03), vencendo o duelo pelo pódio com a argentina Ilén Carballo (4m21s01).

Nas outras duas provas com brasileiros no sábado, Thiago Braga, da Liga Campos, e Augusto Scheffer, do União (de Porto Alegre), ficaram em quarto lugar no Double Skiff Sub-23, com o tempo de 3m23s37, atrás de argentinos (3m16s79), chilenos (3m17s26) e uruguaios (3m21s34), superando apenas os peruanos (3m34s05).

Na primeira prova do dia, Ruti Barreto (Botafogo) e Bárbara Santos (União) terminaram em quarto lugar no Double Skiff Júnior feminino (3m48s05), mais de 20s atrás do barco chileno, vencedor em 3m28s05, com a Argentina em segundo (3m42s20), o Uruguai em terceiro (3m47s24), e as peruanas (3m48s65) fechando a raia.

“Estamos investindo em um grupo de juniores para 2015”, afirmou o presidente da CBR, Edson Pereira, ao site da entidade, destacando a participação de atletas, como Ruti e Bárbara, que têm idade para disputar o Mundial de Júnior, no Rio de Janeiro, em agosto do próximo ano.

Os chilenos, que venceram três das quatro finais da Regata de Qualificação e, assim como o Brasil, terão dois barcos nos Jogos Olímpicos da Juventude, dominaram o primeiro dia de finais nas duas competições sul-americanas, com três ouros e um bronze nos juniores, e dois ouros, uma prata e um bronze no Sub-23, em quatro provas disputadas em cada categoria.

Após garantir a segunda vaga do Brasil em Nanjing, com a vitória no Single Skiff masculino na Regata Continental de Qualificação, sexta-feira, o remador do Botafogo Uncas Tales volta à raia este domingo, com David Boeira, do União, no Double Skiff Júnior, às 10h10. A participação do Brasil no Uruguai termina às 10h50, com Beatriz Cardoso, do Flamengo, no Single Skiff Peso-Leve Sub-23 feminino.

 

Programa e resultados do Campeonato Sul-Americano Júnior e Sub-23

 

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Internacional e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s