Fabiana ganha prata a caminho dos Jogos Pan-Americanos

Fabiana ganha prata no Single Skiff Peso-Leve (foto: Detlev Seyb/FISA)

Fabiana ganha prata no Single Skiff Peso-Leve
(foto: Detlev Seyb/FISA)

Era a medalha que faltava. Dona de três ouros e dois bronzes em Copa do Mundo, Fabiana Beltrame conquistou sua primeira prata na competição no Single Skiff Peso-Leve Feminino, este domingo, em Varese, na Itália. Ela foi superada pela neozelandesa Zoe McBride, de 19 anos, que na véspera estabelecera o novo melhor tempo da prova (7m24s46), baixando em quatro segundos a marca de 1994 da romena Constanta Burcica (7m28s15) – também batida no mesmo dia pela brasileira, que registrou o melhor tempo de sua vida (7m28s13).

“Hoje não veio o ouro, a neozelandesa estava melhor”, escreveu Fabiana em sua página no Facebook. “Saí muito forte e não consegui manter, um erro de principiante. Vivendo e aprendendo. Obrigada a todos pela torcida. Agora rumo ao Pan”, resumiu a catarinense de 33 anos, vencedora na 1ª etapa da Copa do Mundo, mês passado, em Bled.

Fabiana largou na frente e cruzou a metade da prova com 2s68 de vantagem sobre McBride, mas foi ultrapassada pela neozelandesa antes dos 1.500 metros, tendo feito o pior tempo nos dois quartos finais. Mesmo assim, ela manteve o segundo lugar (7m38s16), sem ser ameaçada pela alemã Judith Anlauf (1m40s71).

Campeã Mundial Sub-23 no Double Skiff Peso-Leve em 2014, Zoe McBride venceu a prova com o tempo de 7m31s15. Esta é sua primeira temporada pela seleção sênior da Nova Zelândia, que ficou em segundo lugar no quadro geral de medalhas (4 ouros, 1 prata e 1 bronze). A Grã-Bretanha foi a campeã da etapa, com 61 pontos em 13 das 14 provas válidas para a competição, somando 10 medalhas no total (5 ouros, 1 prata e 4 bronzes).

Mesmo sem pontuar, a prata de Fabiana deixou o Brasil em 11º no quadro geral de medalhas, que inclui a prata e bronze conquistados pelo para-remo brasileiro, no sábado. No mesmo dia, Steve Hiestand ficou em 16º no Single Skiff Masculino, com o quarto lugar na Final C, vencida pelo argentino Ariel Suarez.

Presente em 10 provas, mesmo sem medalhas a Argentina somou cinco pontos na etapa, com o quarto lugar de Rodrigo Murillo e Cristian Rosso no Double Skiff e o sétimo no Quatro Sem Masculino. Os seis pontos da prata de Angel Fournier no Single Skiff Masculino – vencida pelo neozelandês Mahe Drysdale –, deram a Cuba a 16ª posição.

Com a última etapa da Copa do Mundo, na Suíça, na semana anterior às provas de remo dos Jogos Pan-Americanos, de 11 a 15 de julho, no Canadá, as atenções de Fabiana voltam-se agora para a competição continental, na qual ela tem uma medalha de prata, conquistada no México, em 2011.

A última medalha de ouro do remo do Brasil nos Jogos Pan-Americanos foi em 1987, nos Estados Unidos, com os irmãos Ricardo e Ronaldo Carvalho, que conquistaram o bi no Dois Sem Masculino. Com 23 atletas convocados, a seleção treina desde a semana passada em Porto Alegre, na sede do Grêmio Náutico União.

Resultados de domingo

Quadro de medalhas

Site oficial

Veja todas as participações do Brasil em Copas do Mundo

 

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Internacional e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s