Cuba é o único país latino-americano a ganhar vaga olímpica

Angel Fournier: único latino-americano em Final A (Foto Igor Meijer/FISA)

Fournier: único latino-americano em Final A
(Foto Igor Meijer/FISA)

Dos 129 barcos classificados para a Olimpíada do Rio no Campeonato Mundial de Remo, este fim de semana, na França, apenas dois são da América Latina, ambos de Cuba: o Single Skiff de Angel Fournier, 6º na Final A em Aiguebelette; e o Double Skiff de Eduardo Rubio e Adrian Ibanez, que conquistaram a nona entre 11 vagas com o 3º lugar na Final B. O melhor resultado latino-americano em 22 provas (14 Olímpicas e oito Internacionais) foi o 4º lugar da brasileira Fabiana Beltrame no Single Skiff Peso-Leve Feminino, que não integra o programa dos Jogos.

A classificação de Fournier tira um concorrente de peso do Pré-Olímpico das Américas, em março, no Chile, que distribuirá seis vagas no Single Skiff Masculino, no qual o Brasil está garantido por ser país-sede. No Mundial, Steve Hiestand ficou em 18º no geral, com o 6º lugar na Final C vencida pelo mexicano Juan Carlos Cabrera . A prova teve ainda o argentino Brian Rosso (superado três vezes por Steve), em 22º, além de barcos do Uruguai (34º) e de Porto Rico (40º), num total de 41 participantes.

O México ficou também em 16º no Dois Sem Masculino, no qual Vinícios Delazeri e Victor Ruzicki terminaram em 23º, despedindo-se em 5º na vitória do Chile na Final C. Superados pelos brasileiros na repescagem para as quartas de final, os argentinos terminaram em 26º entre 27 barcos. A melhor posição de um sul-americano nas provas olímpicas foi o 17º lugar do Chile no Quatro Sem Masculino, com 22 concorrentes.

Os argentinos ficaram ainda em 18º no Quatro Sem, 19º no Double Skiff e 22º no Double Skiff Peso-Leve Masculino, prova que classifica três barcos no Pré-Olímpico e na qual terminaram atrás do México (18º) e à frente do Uruguai (23º) – Portugal ficou em 17º. O melhor resultado da Argentina foi a vitória na Final B do Four Skiff Feminino, valendo o 7º lugar entre nove barcos.

Além de Fabiana Beltrame, só o para-remo brasileiro chegou tão perto do pódio, também com o 4º lugar de Cláudia Santos no Single Skiff AS (braços e ombros) Feminino. Mesmo sem medalha, o país garantiu presença em mais duas provas na Paralimpíada, com o 6º lugar de Josiane Lima e Michel Pessanha no Double Skiff TAMix (tronco e braços misto), e a vitória de Rene Pereira na Final B do Single Skiff AS Masculino, garantindo o 7º lugar e a vaga na Rio 2016.

Quadro de medalhas
Posição final por prova
Posição final por país
Classificados para Rio 2016
Site oficial

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Internacional, Remo Olímpico, Remo Paralímpico e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s