EUA buscam manter hegemonia no Oito Com

Americanas não perdem há 10 anos Foto: Vicente Leal/Remo em Voga)

Americanas não perdem há 10 anos
Foto: Vicente Leal/Remo em Voga)

Elas não perdem desde 2006. Eles tentam voltar ao topo do pódio, onde estiveram 12 vezes entre 1900 e 2004. No Rio, os Estados Unidos remam pela hegemonia nas provas do Oito Com, o maior barco na disputa pelo ouro dos Jogos Olímpicos na Lagoa Rodrigo de Freitas. A prova é a única além do Single Skiff a integrar o programa de todas as Olimpíadas, com as mulheres passando a competir em Montreal-1976.

Os americanos são os maiores vencedores Olímpicos da prova, com 12 ouros, contra três de britânicos e canadenses. Ao todo, são 16 medalhas, incluindo duas pratas e dois bronzes, o último em 2008. Quarto lugar nos Jogos de Londres, eles só garantiram a vaga no Rio com a vitória na Regata Final de Qualificação, em maio, após terminarem em sétimo no Mundial de 2015, que distribuiu cinco vagas.

Atuais campeões mundiais, os britânicos têm 12 medalhas Olímpicas conquistadas na prova, uma a mais que o Canadá, que não está representado na Lagoa. Ouro em Londres, os alemães foram ao pódio em todos os Mundiais desde então e venceram a prova no Campeonato Europeu e na última etapa da Copa do Mundo, em junho, à frente de britânicos e neozelandeses – que também estão no Rio.

Já entre as mulheres, os Estados Unidos são o barco a ser vencido. Nos últimos dez anos, ganharam todos os títulos disputados – oito mundiais e dois Olímpicos. Desde 2004, quando estabeleceram o melhor tempo Olímpico em Atenas (5m56s55), elas baixaram a marca  Mundial mais três vezes, a última em 2013 (5m54s16).

As americanas têm três ouros, uma prata e um bronze em Jogos Olímpicos, e a vitória na Lagoa fará do país o maior vencedor da prova no Feminino, superando os mesmos três ouros da Romênia – que tem ao todo oito medalhas, sendo três de prata e duas de bronzes. As romenas também estão no Rio e remam para voltar ao pódio após o quarto lugar em Londres, onde canadenses (prata) e holandesas (bronze) completaram o pódio.

A Grã-Bretanha já garantiu vaga nas finais masculina e feminina, com vitória nas baterias de estreia, na manhã esta segunda-feira. Os alemães também avançaram direto, assim como as americanas. Os demais remam a repescagem na quarta-feira, às 9h50 (mulheres) e 10h (homens). A disputa por medalha está prevista para fechar o programa Olímpico da modalidade, no próximo sábado.

Memória
Total de medalhas por país no remo em Jogos Olímpicos

Todas as participações do remo brasileiro em Olimpíadas

Leia também:
Brasileiros têm missão difícil na estreia do remo em casa Vento, barco virado, zebras e queixas marcam 1º dia 
Latino-americanos remam contra jejum de pódio nos Jogos Alemães dominam histórico de medalhas no remo Olímpico 

© Remo em Voga ®

 

Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Olímpico e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s