Pan alerta para risco do remo brasileiro na Rio 2016

Remo do Brasil ficou em último no Pan de Toronto (reprodução site oficial)

Brasil fechou o quadro de medalhas do remo no Pan
(reprodução site oficial)

A participação do remo brasileiro nos Jogos Pan-Americanos mostrou como será difícil para o país ter representantes nas provas da modalidade na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. Além da menor presença em pódios desde em 1999, em Winnipeg, quando também ganhou uma prata, os barcos brasileiros fecharam a raia em seis das 11 provas disputadas em Toronto, novamente no Canadá. “Os resultados foram bem abaixo do esperado”, avaliou o presidente da CBR, Edson Altino, admitindo que ainda não estão definidas as guarnições para o Campeonato Mundial, no fim de agosto, na França.

Principal competição do remo internacional, o Mundial vai classificar 129 barcos para os Jogos do Rio, sendo 77 no Masculino e 52 no Feminino, num total de 380 atletas em 14 provas (oito masculinas) em seis classes de barco: 1x, 2x, 4x, 2-, 4- e 8+. Haverá ainda mais quatro regatas continentais: Ásia/Oceania, África, Américas (sem Canadá e EUA) e Europa (com Austrália, Nova Zelândia, Canadá e EUA). A última chance será na regata final de qualificação, em maio, na Suíça.

O Pré-Olímpico das Américas será no fim de novembro, no Chile, e distribuirá vagas apenas no Single Skiff (seis) e no Double Skiff Peso-Leve (três), para homens e mulheres. Com vaga garantida nas duas provas individuais caso não classifique barco em nenhuma outra, por ser país sede dos Jogos, o Brasil estaria na zona de classificação apenas no Double Feminino Peso-Leve (5º lugar), caso a disputa fosse em Toronto, e mesmo assim porque Canadá (1º) e Estados Unidos (3º) não participam da regata continental.

“Alguma coisa não anda bem, mas o quê?”, alerta Ronaldo Carvalho, último medalhista de ouro do Brasil em Jogos Pan-Americanos, ao lado do irmão Ricardo no Dois Sem em 1987, nos Estados Unidos. Via Facebook, os dois exaltaram a prata de Fabiana. “Sem duvida a melhor atleta do remo na atualidade. Supercompetente, exigente com os melhores resultados, dedicada. Desejo continuado sucesso e foco em 2016”, afirmou Ricardo.

Para chegar a sua quarta Olimpíada, Fabiana terá de mudar de barco ou categoria de peso. Campeã Mundial em 2011 no Single Skiff Peso-Leve, que não é prova Olímpica, ela buscou em 2014 uma parceria no Double com Beatriz Cardoso. Elas ganharam ouro no Festival Pan-Americano disputado no México (que distribuiu vagas para Toronto), mas não chegaram a competir no Mundial devido a um mal-estar de Beatriz, que desde então teve dificuldade para se manter no peso da categoria.

No Masculino, Aílson Eráclito e Thiago Carvalho terminaram o Pan em sétimo lugar no Double Skiff Peso-Leve – que classificará três barcos no Pré-Olímpico no Chile. No Single Skiff, que tem vaga garantida apenas se nenhum outro barco masculino se classificar, Gabriel Campos fechou a raia na Final B e ficou na última posição entre 11 participantes em Toronto, enquanto Steve Hiestand, também candidato à posição, terminou em 17º na terceira etapa da Copa do Mundo, na Suíça, na semana anterior.

Além da prata de Fabiana, os melhores resultados do Brasil no Pan foram o quarto lugar de Vinícius Delazeri e Victor Ruzicki no Dois Sem Masculino (vencido por Argentina e Chile, com México em terceiro), e o quinto de Caroline Corado e Sophia Py no Double Skiff Peso-Leve Feminino (atrás de Canadá, Cuba, EUA e Argentina). Os quatro disputam esta semana o Mundial Sub-23, na Bulgária, juntamente com Guilherme Gomes e David Faria, que remarão o Dois Sem Peso-Leve, após ficarem em sétimo no Quatro Sem PL em Toronto.

Em 17 edições dos Jogos Pan-Americanos, esta foi a terceira vez que o Brasil trouxe apenas uma medalha, quantidade que vem diminuindo desde Santo Domingo, em 2003, quando o país foi seis vezes ao pódio (quatro pratas e dois bronzes). No Rio, em 2007, foram três medalhas (uma prata e dois bronzes), e em Guadalajara, em 2011, duas de prata – uma delas de Fabiana, a primeira do remo feminino brasileiro na competição.

Resumo do Pan-Americano de Toronto
Quadro de medalhas
Medalhistas por prova
Resultados de todas as provas
Site oficial

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Internacional e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s