Atletas Peso-Leve põem Itália no topo do Mundial Sub-23

Italianos comemoram o ouro no Dois Sem PL (Foto: Igor Meijer/FISA)

Italianos comemoram o ouro no Dois Sem PL
(Foto: Igor Meijer/FISA)

A força do Peso-Leve levou a Itália ao topo do quadro de medalhas no Campeonato Mundial Sub-23 de Remo, este fim de semana em Plovdiv, na Bulgária. Três dos quatro ouros que deram ao país a vantagem sobre os alemães vieram na categoria para atletas até 72,5kg (homens) e 59kg (mulheres): no Dois Sem e no Quatro Sem Masculino e no Four Skiff Feminino – o outro foi no Quatro Com Masculino, na categoria aberta. Ao todo, os italianos ganharam seis medalhas, com uma prata e um bronze.

Também com seis medalhas, mas um ouro a menos e um bronze a mais, a Alemanha ficou em segundo no quadro geral, com vitória nos Double Skiff Peso-Leve a aberto, e no tradicional Oito Com, todas no Masculino. Estados Unidos (3º) e Romênia (4º) também conquistaram três ouros, com as americanas dominando as provas de palamenta simples no Feminino, vencendo no Dois Sem, Quatro Sem e Oito Com, enquanto os romenos ganharam no Dois Sem e no Quatro Sem Masculinos e no Double Skiff Feminino.

Quinto na classificação geral, a França venceu duas provas, ambas de Peso-Leve, no Single Skiff e no Four Skiff. Nova Zelândia, Canadá, Grécia, Lituânia, Polônia e Bielorrússia ganharam um ouro cada, com atletas de 24 países subindo ao pódio nas 21 provas.

Campeões em 2014, os neozelandeses ficaram em sexto, com três pratas, além da vitória e do novo melhor tempo da categoria no Double Skiff Peso-Leve Feminino (único da competição este ano), com Jackie Kiddle e Zoe McBride – a revelação de 19 anos que em junho já fizera o melhor tempo do mundo no  Single Skiff PL e derrotara Fabiana Beltrame na final da 2ª Etapa da Copa do Mundo, em Varese, na Itália.

Único país latino-americano a participar este ano, o Brasil terminou em 14º no Dois Sem Peso-Leve Masculino, com David Faria e Guilherme Gomes, do Botafogo (RJ); 12º no Double Skiff Peso-Leve Feminino, com Caroline Corado e Sophia Câmara, do Flamengo (RJ); e 9º no Dois Sem Masculino, com Vinícius Delazeri e Victor Ruzicki, do União (RS) – o melhor resultado de um barco de palamenta simples brasileiro desde 2012.

Quadro de medalhas
Resultados por prova
Resultados por país

Confira todas as participações do Brasil no Mundial Sub-23

 

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Internacional e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s