União ganha quase metade das provas no Brasileiro

União ganhou 9 ouros e 4 pratas em 20 provas (Foto: Remosul/Facebook)

União ganhou 9 ouros e 4 pratas em 20 provas
(Foto: Remosul/Facebook)

Tubarões em um aquário. Assim devem ter se sentido os remadores do Grêmio Náutico União (GNU) no Lago Paranoá, em Brasília, este fim de semana. Os gaúchos venceram nove das 20 provas da 2ª Etapa do Campeonato Brasileiro Sênior e Júnior e ganharam quatro pratas, sendo três delas em dobradinhas. No para-remo, o domínio foi do Pinheiros, de São Paulo, com dois ouros, uma prata e um bronze em quatro provas da modalidade – Aldo Luz (SC) e São Salvador (BA) venceram as outras duas.

A supremacia gaúcha começou na sexta-feira, com quatro vitórias, e continuou no sábado, quando venceram cinco das oito provas na categoria Sênior: Quatro Sem, Double Skiff Peso-Leve, Double Skiff Sub-23 e Oito Com, no Masculino, e Double Skiff Sub-23 Peso-Leve Feminino. A única prova que os gaúchos disputaram e não venceram foi a do Four Skiff Masculino, ganha pelo catarinense Francisco Martinelli, no primeiro dia de finais.

Além das medalhas no para-remo, o Pinheiros ganhou mais dois ouros (Four Skiff Masculino Júnior e Feminino Aberto), duas pratas e dois bronzes, somando dez medalhas no total. O Náutico também ganhou dois ouros (ambos na sexta-feira) e um bronze, e ficaria em terceiro lugar caso a CBR – que não divulgou quadro de medalhas nem declarou um campeão – tivesse adotado o mesmo critério de classificação do ano passado.

Ao todo 15 guarnições mistas, com atletas de clubes e federações diferentes, disputaram as finais, com três conquistando o ouro: no Double Skiff Masculino Júnior (Sport Recife/União de Natal), Double Skiff Feminino (São Salvador/Minas Brasília) e Oito Com Masculino Júnior (Sport Recife/GNU/Potengy/União de Natal), todas na sexta-feira.

Neste sábado, além de gaúchos e paulistas, brasilienses e paraenses também foram ao topo do pódio. A Asbac conquistou a única vitória dos anfitriões em barco próprio, no Quatro Sem Masculino Peso-Leve, enquanto o Paysandu venceu no Double Skiff Feminino Sub-23. Outros dois clubes também ganharam o ouro sozinhos: Martinelli, de Florianópolis, e Álvares Cabral, de Vitória.

Ao todo, atletas de 23 clubes subiram ao pódio, em barcos próprios ou mistos, e a princípio poderão pleitear o benefício da Bolsa Atleta, se preenchidas outras exigências do Ministério do Esporte. Muitos dos remadores de clubes cariocas, que não participaram devido ao conflito de datas com a decisão do Campeonato Estadual, este domingo, também poderão reivindicar o benefício, por sua participação no Campeonato Brasileiro de Barcos Curtos, disputado em março, no Rio de Janeiro.

Resultados das finais de sábado
Resultados das finais de sexta-feira

Leia também:
Gaúchos dominam 1º dia do Brasileiro sem clubes do Rio Tri inédito e título de seis categorias em disputa no Estadual RJ Brasileiro começa com menos barcos que o previsto pela CBR Entre clubes e CBR, remadores do Rio não vão ao Brasileiro Remo naufraga na política às vésperas da Olimpíada em casa 

 

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Nacional e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s