Brasil define barcos para remar por vagas na Rio 2016

Fisa AmericasO Brasil terá quatro barcos na Regata Continental de Qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio, de 22 a 24 de março, no Chile. Porém, mesmo que todos vençam suas provas, apenas dois, um masculino e outro feminino, poderão competir na Lagoa Rodrigo de Freitas, em agosto. Se ninguém se classificar, o país sede tem garantida uma vaga para cada gênero, ambas no Single Skiff. Caso todos se qualifiquem, caberá à CBR decidir quem disputará a Olimpíada.

“Os critérios técnicos para definição do barco prioritário para a vaga levarão em consideração o resultado e o rendimento na respectiva prova”, explica Marcello Varriale, um dos treinadores da seleção. Segundo ele, “o barco com melhor rendimento na competição, considerando-se condições de vento iguais, terá preferência. Em caso de condições climáticas variáveis, o barco com melhor classificação será o prioritário”.

A equipe para o Pré-Olímpico foi definida em três dias de qualificação interna em São Paulo, de 5 a 7 de fevereiro. Campeã Mundial em 2011 no Single Skiff Peso-Leve, que não integra o programa Olímpico, Fabiana Beltrame atingiu 92,69% do índice de referência do Single Skiff aberto, praticamente confirmando presença em sua quarta Olimpíada, pelo histórico de conquistas internacionais que acumula.

Fabiana só não competirá no Rio se ficar fora das seis primeiras posições no Chile e a dupla Vanessa Cozzi e Fernanda Nunes conquistar uma das três vagas no Double Skiff Peso-Leve Feminino, já que o país sede só tem presença garantida na prova individual se não classificar outro barco no mesmo gênero. Além disso, os atletas que qualificarem um barco devem disputar a Olimpíada no mesmo tipo de barco, ou seja: Fabiana não pode trocar de barco caso se classifique no Single Skiff, mesmo que o Double também conquiste a vaga.

A situação é semelhante porém menos confortável para Steve Hiestand no Single Skiff Masculino. Na qualificação interna, ele bateu o recorde da raia da USP com o tempo de 6m53s95 (94,46% do índice de referência), superando duas vezes Gabriel Campos – representante do Brasil no Pan-Americano de Toronto –, Uncas Batista, Emanuel Borges, Lucas Verthein e Ailson Eráclito. Uma inflamação no ouvido o tirou do último dia de provas, mas ninguém superou sua marca.

Além de ficar entre os seis melhores no Chile, Steve precisa ter um desempenho melhor que o de William Giaretton e Xavier Vela, que remarão por uma das três vagas no Double Skiff Peso-Leve Masculino. Eles atingiram 94,06% do índice de referência em seu melhor tempo nos três dias, superando Evaldo Moraes e Diego Nazário.

Estreante na seleção brasileira, Xavier Vela, de 26 anos, já disputou competições internacionais pela Espanha, com um bronze no Campeonato Europeu e outro na etapa de Lucerna da Copa do Mundo, ambos no Dois Sem Peso-Leve, em 2013. Remando pelo Vasco, antes de se transferir para o União de Porto Alegre, ele ficou em sexto na prova do Single Skiff Peso-Leve no Campeonato Brasileiro de Barcos Curtos, disputado no Rio, em março do ano passado.

Além dos classificados para o Pré-Olímpico, dois jovens do Botafogo se destacaram na qualificação interna: Uncas Batista, de 19 anos, e Lucas Verthein, de 17, fizeram tempos acima de 94% do índice de referência de suas categorias, visando à participação nos Mundiais Sub-23 e Júnior, respectivamente.

No Double Skiff Peso-Leve Feminino, Sophia Câmara e Caroline Corado, quinto lugar nos Jogos Pan-Americanos, voltaram a ter bom desempenho e formarão uma guarnição Four Skiff Sub-23 com Isabelle Camargo e Carla Silva, que também disputaram a qualificação.

Na semana seguinte ao Carnaval, os remadores Júnior e Sub-23 voltaram à raia da USP para a segunda qualificação interna, com objetivo de formar barcos longos para o Campeonato Sul-Americano Sênior e Júnior, entre 25 e 27 de março, no mesmo local do Pré-Olímpico, cujas provas valerão para a competição continental. Alguns atletas já estão treinando em Porto Alegre, mas a equipe completa ainda não foi divulgada.

Leia também
Europeus dominam Mundiais a caminho da Rio 2016 Fabiana deixa Peso-Leve após Mundial sem pódio do Brasil Sem medalha, para-remo garante três vagas na Rio 2016 

Resultados da 1ª Qualificação Interna (pdf)
Boletim sobre o Campeonato Sul-Americano
(em espanhol)
Boletim FISA sobre o Sistema de Qualificação para os Jogos Olímpicos (em inglês)

© Remo em Voga ®
Anúncios

Sobre remoemvoga

Notícias e vídeos sobre o remo brasileiro e competições internacionais
Esse post foi publicado em Remo Olímpico e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s